Em entrevista nesta segunda-feira (29) à rádio Super Notícia FM, o cardiologista tirou dúvidas sobre os novos parâmetros de pressão alta. O médico esclareceu que o diagnóstico da hipertensão arterial é simples e que o tratamento correto pode evitar consequências graves.

Existem novas recomendações sobre prevenção, detecção, avaliação e controle da pressão arterial elevada em adultos. O que mudou? Os pacientes, anteriormente, eram tratados quando a pressão estava acima de 14 por 9. Hoje, já temos indicação de iniciar o tratamento de pessoas que tenham valores acima de 13 por 9. Quem tem a medida anterior (14 por 9) já é tido como paciente com hipertensão grau 2. Então, o objetivo maior dessas definições de hipertensão arterial é tentar iniciar o tratamento de forma mais precoce possível, com a redução de riscos futuros. O ideal, agora, é a pressão abaixo de 12 por 8. Acima disso, já é elevada.